terça-feira, 5 de maio de 2009

Maratona Riscas Loures/09 "O Pesadelo"

Cumprimentos Bttistas.
Venho relatar a nossa participação na II Maratona Riscas em Loures. Estiveram presentes Ricardo, Góis, Bruno e Sérgio. Infelizmente não trago boas recordações pois pior era impossível e passo a explicar porquê.
1.A Meia maratona de 30Km deu no final 23Km e era muito fraca com muito asfalto e poucos motivos de interesse. A Maratona dos 60Km deu no final 47Km e apresentou um percurso mais interessante, técnico com subidas muito duras(muitas delas só mesmo a pé) e descidas complicadas ambas com muita pedra. Não consigo compreender esta diferença de distâncias, preocuparam-se com as classificações e os tempos mas as distâncias não correspondem. foi a primeira vez que me aconteceu fazer tantos km a menos, segundo um elemento do staff eram 56km coisa que esteve longe de acontecer (grande barraca)
2.Os dorsais foram levantados sem problemas, já a partida foi dada 30minutos depois da hora.
3.As marcações eram deficientes em algumas zonas inexistentes, com excepção das descidas perigosas que estavam bem identificadas.
4.Não tivemos direito a banho pois chegamos às 13:40 junto à escola e já estava tudo fechado no entanto ainda faltava chegar participantes. Tive de contactar a organização que me responderam que a senhora tinha ido almoçar (isto é ridículo).
5.O almoço que tinha sido no chimarão em 2008 este ano foi no Joshua's Shoarma Grill e foi fraco sem qualidade. O numero reduzido de participantes foi um reflexo das criticas da prova de 2008 que infelizmente vieram a repetir-se este ano.
Bem isto foi uma autentica anedota, uma coisa nunca vista. Meus senhores para organizar uma prova não basta ter boa vontade e uma serie de voluntários para indicar o caminho, tem de se saber, à coisas que não podem falhar e falharam coisas demais. O conselho que dou é experimentem um passeio guiado. Num belo dia de sol, nem a presença da televisão, nem da participação do nosso Marco Chagas com quem tive o prazer de compartilhar umas pedaladas, nem a presença dos insufláveis me vão fazer voltar a este evento, foi mau demais para ser verdade. Foi tão mau que até me custa escrever.
Continuação de boas pedaladas...
PXC

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Portalegre 2009 - Maratona 40 Km

Pois é, camaradas de todo o terreno, aqui estou eu para relatar mais uma aventura daquela que é considerada a prova rainha do BTT nacional.
Tenho muita coisa para dizer, mas para não me tornar maçador vou só falar da prova em si e quem quiser saber mais qualquer coisa pode sempre vir ter comigo que terei todo o gosto de explicar mais pormenores.
Dia 2 de Maio de 2009, 9:00 horas dá-se o sinal de partida e cerca de 3200 malucos mascarados começam a pedalar. Os atletas da frente começaram num ritmo louco, enquanto nós os seguíamos com a vista apresentava-se logo uma inclinação na IP2 a “meter” respeito e a dar uns ares do que iria ser a prova. No alcatrão a coisa até correu bem, mas assim que entrámos no mato a confusão instalou-se e qualquer subida que se apresentava e por mais vontade que tivéssemos de demonstrar os potentes músculos das nossas perninhas éramos obrigados a ficar em fila de espera para as subidas processarem todos os atletas. Vamos lá às fotos que vou fazendo alguns comentários.
Organização sem comentários, excelente.Bem...a água fria é que calhou um bocado mal, mas faz bem à circulação, hehe !

Prontos para o arranque!








Verificação de reapertos...









Marcação de território com uma luta entre dois machos típicos da região...






Já se notava uma certa afluência com pessoas a chegarem de vários pontos do país!







O momento foi inevitável! Pôr do Sol, ruas românticas e VAZIAS.
Bem !
Os momentos seguintes ficam à vossa imaginação, hehe!






O João prepara-se para um dia de Sol escaldante.









O Luis, bem...acho que entrou em linha directa com Deus nosso Senhor, se bem que o joelho "rebentou" na mesma !






Ora, cá estou, estava a ver que não aparecia na crónica. Prontinho, vamos lá !







O pessoal dos Saltatrilhos com alguns amigos.








Esta zona de partida acho que dá uma pequena perspectiva do significado desta maratona.








IP2 em direção à serra.








As 1ªs subidas foram intragáveis, parece a fila para o pão.









Bom, mas também onde havia espaço para pedalar o pessoal teimava em levar a binazinha p'la mão.








Eu não (claro), subidas sempre montado.









E aqui está o Valério na zona da meta e para marcar a efeméride aqui vai uma a preto e branco.







O pessoal a apanhar seca à minha espera, mas nas sombras que o jardim proporcionava.







Ora aqui está o motivo pelo qual paguei.
Alhada de cação, lombo de porco assado, pudim flan, com umas entradas - presunto, queijo seco, chourição e muita bebida.




Quero agradecer ao pessoal que fez parte desta aventura, pois sem eles isto não teria metade do divertimento e um grande abraço ao Hélder, pois teve a coragem de apanhar um escaldão só para nos apoiar no ponto mais alto da Serra. Até à próxima aventura.